22/07/2011






Oláaaaa garotas da R.A, tudo bem ?
Mais uma sexta feira arrasando os nossos corações hehehehe.
Posso dizer que esta semana foi bem animadora, as dores da cirurgia diminuíram bastante, e portanto, estou conseguindo aproveitar melhor as minhas férias. Ainda tenho duas semanas para ficar de bunda pra cima, então, rss, só alegria.
Conto a vocês que a cirurgia não foi nada fácil, e pra ser sincera eu me assustei com o pós-operatório. Jamais passou pela minha cabeça que eu iria sentir tanta dor daquele jeito. O primeiro dia em casa, no dia 05 de julho foi um alívio, chegar em casa e deitar no sofá com várias cobertas quentinhas naquele frio, aiii que delicia. Me senti aliviada, porém, como felicidade de pobre dura pouco, logo o drama começou, uma dor nas costas terríiiiiivel, que se estendeu por dias. Não dava pra deitar de lado, nem do outro e muito menos ficar em pé, eu precisava ficar deitada, pois estava me sentindo muito cansada. Então, o jeito foi fazer conforme a recomendação, tomar todos os medicamentos (ao total 5) no horário certinho e esperar a dor passar. Olha foi difícil os primeiros dias.
Hoje menos inchada, estou pesando 82 kgs. Usando a cinta M já não me sufocando mais rs, estou usando o último botão, logo, logo vou mandar apertar. Não emagreci, fiquei triste, mas a fisio disse que é normal devido ao meu inchaço.

Essa semana consegui controlar a ingestão do pãozinho francês a noite, isso é um grande problema na minha vida, acostumei chegar da faculdade e comer um. Preciso retirar isso de vez da minha rotina. Vacilei alguns dias atacando o doce-de-leite caseiro que a minha prima trouxe da viagem, é tão delicioso que acabei não resistindo e meti o colherzão no pote, mas já me arrependi rs, e prometi não pegar mais.
Tenho bebido bastante água, cerca de 2 litros por dia.

Ví em uma matéria pontos importantes para o emagrecimento e estabeleci como rotina. Espero que ajude a você também:
1 – Primeiro é comer pouco. Estou controlando a quantidade de comida que coloco no prato, principalmente o arroz, deixando mais espaço para a salada. Coisa meio difícil, pois oooodeio saladas. Então, primeiro começo colocando a salada no prato, já que sou obrigada rsss, o que sobrar pensando sempre no pouco, coloco arroz, um pouco de feijão e a carne. Parei com esse negócio também de colocar batata-frita, polenta, purê de batata, mini-coxinha e mais inferninhos que tem em restaurantes. Sabe o que é ter que almoçar fora todos os dias e ver esses inferninhos espalhados chamando por você, coma-me coma-me coma-me. Aiiii, não quero mais, vou comer apenas o essencial, arroz, feijão e carne branca ou vermelha.

2 – Segundo, é tentar convencer a minha mãe a diminuir o sal. O sal contribui e muito com a retenção de líquidos e eu sou alvo fácil. Quero aproveitar ao máximo essas sessões de drenagem que estou fazendo e ainda quero continuar a fazer, pelo menos uma sessão por semana.

3 – Estou comendo em vários momentos do dia. Quanto mais tempo a gente fica sem comer, maior é a quantidade de cortisol (hormônio do stress) liberado, o que aumenta o tecido adiposo na área abdominal. Olha eu aí, tinha uma pança enorme e não quero de volta não rsss. Então entre uma refeição e outra estou ingerindo frutas, bolacha de água e sal, torradas, água de coco, sei lá, tudo o que é leve e saudável.

4 – Estou evitando os doces. Como sou chocólatra assumida, essa etapa está sendo bem difícil, então deixei o sábado como o dia oficial do chocolate, se der vontade de comer no sábado eu como, se não eu reservo o dia para domingo ou segunda-feira. Mas apenas uma barrinha.

5 – Como tenho problema de intestino preguiçoso, aprendi que pra emagrecer ele tem que trabalhar e muito. Então estou tentando ingerir mais fibras.

É isso aí, vamos ver essa semaninha como vamos agir.
Cortar o pão francês da noite e não beliscar os doces que porventura surgirem.

Veja também: Comer Fibras pode ajudar a emagrecer






1 Comentário em “Chega de pãozinho francês”


camis
22-07-2011 - 16:26

Oi Pri,

eu estou precisando melhorar meus hábitos também… engordei uns 4 quilos que não esperava no ultimo ano…

o meu problema é a janta… nossa… e agora que sou eu a cozinheira é bem mais difícil, é mais complicado administrar..

mas a gente consegue… eu preciso conseguir… 😉

beijões e obrigada pela visita lá no camisinwonderland! =)))


Deixe seu comentário: