27/06/2012






Olá !
Nessa loucura de reconquistar o meu antigo peso, estou lendo bastante coisa sobre dieta.
Tento absorver de tudo um pouco, sempre pensando no que posso fazer em diversas situações que me colocam de frente com a comida rs. É difícil, e confesso que ando mais pisando na bola do que acertando.
São tantos obstáculos que fica difícil acertar todos. No trabalho o pessoal come muita tranqueira, no final de semana só me convidam para comer coisas bem calóricas do tipo: Hamburgueria, Rodizio, Docerias e Padarias. Sei que se eu quero emagrecer, o problema é meu e preciso aprender a administrar isso, mas é bom reclamar e desabafar né hehehehe.
E além de tudo isso, o meu maior problema continua, não consigo deletar o pãozinho francês da minha vida.
Sinto grande dificuldade em chegar em casa e comer apenas uma fruta ou tomar um iogurte. Tá Roça !!!!

Logo abaixo, segue algumas dicas bem bacanas. Tirando o maldito pão francês eu consegui trocar e já fazem parte da minha rotina.
Exemplo:

Pão francês por Integral

Eis uma forma de começar o dia protegendo as artérias.
A massa integral presenteia o organismo com boas doses de fibras.
Esse ingrediente serve de alimento a bactérias aliadas que moram no intestino. Bem nutridas, algumas delas fabricam mais propionato, uma substância que tem tudo a ver com os níveis de gordura na circulação.
“Ao chegar ao fígado, ela diminui a produção de colesterol”.

Eu detestava, mas já consegui trocar pelo menos de manhã o pãozinho francês pelo pão integral na chapa, humm é delicia.





Leite integral por Desnatado

Esse esquema garante a entrada do cálcio, tão caro aos ossos, sem um bando de penetras gordurosos. A bebida desnatada tem o mesmo teor do mineral, com a vantagem de ostentar menos ácidos graxos saturados. O excesso desse tipo de gordura eleva os níveis de LDL, a fração ruim do colesterol. “Isso porque reduz o número de receptores que captam LDL nas células”. Se esse mecanismo não funciona direito, o colesterol vaga no sangue, pronto para se depositar na parede das artérias.

Eu acho super aguado, no início foi difícil mas acostumei a beber.



Molho branco pelo Molho de Tomate.

Essa eu não sabia, e já comecei a pedir o meu com o molho ao sugo.
O macarrão é o mais inocente por aqui. Quem incentiva ou não a escalada do colesterol é o molho — sempre. O branco é bem gordo. Em 2 colheres de sopa encontramos 4,5 gramas de gordura. Como o preparo exige creme de leite e queijo, o prato fica cheio de ácidos graxos saturados. Uma bela macarronada ao sugo não guarda esse perigo. Nas mesmas 2 colheres de sopa, há somente 0,1 grama de gordura. “Apenas procure usar o molho de tomate feito em casa e evitar a manteiga no momento de refogá-lo”, orienta a nutricionista Ana Maria Lottenberg. E, se possível, opte pela massa integral.


Tem inúmeras trocas que se pode fazer e às vezes achamos que é uma coisa tão boba, e não é. Acesse o site da Abril e veja mais sobre o assunto (clique aqui)

Veja também: Refrigerante Diet x Gordurinhas na Cintura





Nenhum comentário em “Trocas que valem a pena”


Deixe seu comentário: