03/07/2012

Laboratório Schmillevitch

É comprovado que altos índices de vitamina D no organismo aceleram o metabolismo, reduzem a barriga e ainda fazem bem à saúde 😀

A substância também está relacionada à prevenção de várias doenças, como diabetes do tipo 1, mal de Parkinson e depressão. A essa lista, soma-se agora uma novidade: o nutriente ajuda a evitar e a combater a obesidade. Uma pesquisa recente da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas com índices mais elevados de vitamina D no organismo afinam com maior facilidade, principalmente, a região abdominal. A supervitamina também reduz o apetite, pois aumenta a quantidade de leptina, hormônio que envia sinais de saciedade ao cérebro.

Apresentar níveis deficientes de vitamina D é uma realidade cada vez mais comum da vida moderna.
Incluir na dieta alimentos que são fonte da substância – óleo de fígado de bacalhau, gema de ovo, produtos industrializados enriquecidos, manteiga e peixes, como salmão, sardinha, atum e cavalinha – ajuda a melhorar o quadro, mas está longe de ser suficiente.

O mais importante, garantem os especialistas, é tomar de 15 a 20 minutinhos de sol todos os dias, antes das 10 da manhã ou após as 4 da tarde, e sem protetor solar. “Deixar uma área correspondente ao tamanho da nuca em exposição já está ótimo”, garante o dermatologista Adilson Costa, de São Paulo.
Isso é meio que impossível, pois trabalho em escritório, e o único horário disponível para tal seria das 12hs até às 13hs, justamente o horário que é inadequado para se tomar sol.

Para ter uma ideia da eficiência dos raios ultravioleta, 15 minutos de exposição solar no verão produzem a mesma quantidade de vitamina D fornecida por 100 copos de leite. No entanto, há limitações para a conversão da supervitamina pelo sol: a idade (idosos vão perdendo a capacidade de absorvê-la), tom da pele (negros sintetizam a substância em menor escala), tipos de roupa e até mesmo os níveis de poluição da atmosfera.

A única forma de descobrir se você tem carência de vitamina D é fazer um exame de sangue a cada seis ou oito meses. Caso o nível esteja abaixo do esperado, a saída é tomar suplementos nutricionais – mas atenção: sempre sob a orientação de um médico ou nutricionista, nunca por conta própria.

Interessante não ?
O sol é um pouco difícil, geralmente só aos finais de semana, mas procuro me alimentar bem, e agora, mais ainda. Pretendo para os próximos dias inserir o atum, e ovos pelo menos duas vezes na semana.

Bjos e até a próxima.

Veja também: Alimentos ricos em Vitamina D





1 Comentário em “Vitamina D – reduz a barriga”


Fernanda Betini
03-07-2012 - 21:22

http://fernandabetini.blogspot.com.br/

Pri, como vc tá linda, mulher!!! Te acompanhando no Twitter, te encontrei aqui…Amei o nome e achei beeeeeeeem interessante o post.

Beijocas.
Fer


Deixe seu comentário: