10/01/2013


Estou sofrendo abstinência do Christian Grey da trilogia 50 Tons de Cinza então estou tentando encontrar outros substitutos lendo livros que seguem a mesma temática.
Escrito por Eve Berlin Luxúria é mais um livro que trata o tema sadomasoquismo.
livro-luxuria
Sinopse:

Quando achava que era hora de parar… Ela então pediu por mais… Quando Dylan Ivory, escritora de romances eróticos, recebe o contato de Alec Walker, nem imagina o quanto esse homem pode mexer com seus pensamentos. Conhecido por ser um famoso dominador em relações sadistas e sadomasoquistas, Alec tenta convencer Dylan de que a melhor forma de se aprofundar no assunto – e então escrever um livro o mais próximo possível da realidade – é viver uma experiência como submissa e sentir na pele a sensação desse tipo de relação. Para Dylan, essa proposta será difícil de ser aceita – uma vez que ela é fanática por ter o controle de tudo em sua vida. Embalados por um misto de prazer e apreensão, o casal se vê em uma situação tentadora enquanto evitam entregarem-se ao sentimento que nasce entre eles

O livro conta a história de Dylan uma escritora de livros eróticos que quer saber mais sobre o mundo do sadomasoquismo para escrever seu próximo livro.
Durante suas pesquisas conhece Alec Walker também escritor e dominador.
Alec está disposto a ajudá-la, mas com a condição que ela seja sua submissa e como ela deseja se aprofundar no assunto não pensa duas vezes e aceita a proposta de Alec.
Luxúria é um livro no estilo manual para iniciantes nesta pratica é bem didático no começo.
Alec vai mostrando pouco a pouco o seu mundo para Dylan. Apesar de ser dominador, Alec é gentil e carinhoso.
Diferente do Grey ele não tem uma sala de jogos em sua casa, ele leva Dylan para um clube.
Antes de irem para cama eles já estavam obcecados um pelo outro, achei que a atração entre eles aconteceu muito rápida e ficou um pouco forçado.
Muitas cenas picantes bem detalhadas.
Assim como em 50 Tons de Cinza e Toda Sua, os personagens principais têm algum tipo de problema com o passado.
No inicio do livro tive um pouco de dificuldade para me adaptar a narração do livro que é feita na terceira pessoa, mas depois achei interessante porque assim conseguimos saber sobre os pensamentos de ambos.
Os próximos livros da Trilogia Luxúria ainda não foram lançados no Brasil e são sobre outros casais.