01/06/2009

Olá meninas, tudo bem ??
Essa semana resolvi escrever um pouquinho sobre o meu antes e o depois. Todo mundo tem um antes e um depois, e é uma pena que nem todas as pessoas podem se orgulhar disso rs. Eu posso dizer que sim, eu melhorei e muuuuito.
Passe o mouse nas fotos e leia.

primeira foto: a minha adolescência gordinha;  segunda foto mostra alguns anos depois, magra e com aparelhos

Nunca fui uma adolescente de sucesso, e muito menos a gatinha da escola. Era gordinha, cheia de espinhas, cabelos rebeldes e pra completar usava aparelho rsss, oh godi um terror ambulante. Enfim, cansada de ser taxada a melhor amiga da gatinha da escola, e da gatinha do bairro (sim eu fui) resolvi botar um ponto final nessa história. Jamais vou esquecer que na noite de uma sexta-feira eu e um super amigo na época, escrevemos as nossas vontades em um papel, e completei dizendo a ele, isso vai acontecer !!
O primeiro passo era terminar o tratamento ortodôntico, utilizei aparelho nos dentes durante 4 anos, onde fiz uma cirurgia de redução de mandíbula por volta do ano de 2000. Eu tinha prognatismo saiba mais aqui, a minha mandíbula não era igual a da foto mas eu era queixuda rs. Além da manutenção do aparelho meu pai desembolsou na época uma grande quantia para realizar a cirurgia, fiquei 1 semana com pontos na região da orelha, onde não consegui dormir durante esse período por forte dores de ouvido, e fiquei 40 dias tomando líquidos pois os meus dentes estavam amarrados (procedimento pós cirúrgico) com isso consegui emagrecer 8kgs. Foi apenas 8kgs pq passava o dia bebendo coisas calóricas pra não sentir fome como yakults, sorvetes, sucos etc….
Primeira foto: Antes da cirurgia; Segunda foto: Após cirurgia com as bocas amarradas, meu rosto estava inchado.

Antes disso já havia emagrecido muito, não sei quanto apenas sei que surgiu um boato no bairro que eu era viciada em drogas rsssss. Eu cortei doces, refrigerantes e não comia nada após as 19hs. Dançava todos os dias por duas horas e andava na esteira por 1 hora (sim, eu tinha enlouquecido).

Magrinha, quando acharam que eu era dependente de drogas, reparem na blusa, achava que eu tinha barriga grande, por isso blusas largas

Após isso consultei um dermatologista para ver as espinhas gigantescas no rosto, o médico além de receitar os medicamentos pediu para que visitasse um ginecologista. A gineco receitou o Diane35 e logo quando comecei a tomar o meu rosto mudou muito, ainda tenho espinhas e muitos cravos mas nada comparado a antes. Se eu tivesse dinheiro sobrando investiria mais em limpezas de pele e tratamentos para as manchas.
Tudo isso ocorreu por volta do ano de 2000 e eu tinha 17 anos, hoje aos 25 os hormônios loucos já se estabilizaram e tudo está se encaixando no devido lugar rssss, pelo menos o cabelo deixou a rebeldia rsss. E outro ponto que ajudou bastante foi que eu fiquei mais feminina, abandonei os blusões e tênis e uso mais blusinhas e sapatos, nunca esqueço de colocar brincos e anéis quando vou sair, gloss e delineador são essenciais, e sempre quando sobra uma graninha faço as unhas na manicure.

Me sinto bem hoje, não me acho linda e maravilhosa, me acho bonita e pra mim já é o suficiente (comparado ao meu passado rss)
Penso assim: que de pouquinho e pouquinho a gente chega lá.

de pouquinho e pouquinho a gente chega lá

bjão pra vcs
Coisas: Como colocar fundo no seu twitter.